Quinta-feira, 13 de Maio de 2004

Interregno

meu-exilio1.JPG



  • imagem autor desconhecido - retrabalhada.

Se a verdade exila,
     de que negro vale,
           r
            a
              s
                g
                  o
                      o verde
ao cumprir os mandamentos
                  da mente?


O que compromete
           ou
              alternativamente
                            inverte
                o riso amedrontado
                            no dia seguinte ?


Ilações,
 meras ilações
    quadriculadas
      atravessam-me
        meio-inteira
         os intervalos epidermicos...


                A
                  o
                    r
                     t
                      e
                        c
                          t
                           a
                             s
                               i
                                a
                                    intemperante....



Andréa Motta
12/05/04

publicado por Andrea Motta às 02:36
link do post | comentar | favorito
36 comentários:
De Andra a 13 de Maio de 2004 às 19:59
Para Agostinho: Agradeço sua visita, fico feliz que tenhas gostado.
De Andra a 13 de Maio de 2004 às 19:56
Para MJM: Báby minha querida, obrigada por suas palavras.. a manteiga derretida aqui ... já se desmanchou em lágrimas. Mais uma vez, obrigada pelo incentivo e carinho. Beijos.
De Tiago a 13 de Maio de 2004 às 19:38
Usas um vocabulário ui ui ... Nem lendo duas ou três vezes consigo entender o poema lololol. É muito à frente para mim :b **** .
De Z Figueira a 13 de Maio de 2004 às 18:19
Uns poemas fantásticos servidos com umas deliciosas imagens. Os meus humildes parabéns e obrigado por me dares a honra da tua visita e pelo teu comentário. beijos
De Maria a 13 de Maio de 2004 às 17:40
Andréia, parabens! está verdadeiramente fantástico... bjinhos
De Eliane Alcntara. a 13 de Maio de 2004 às 17:14
Andréa é muita beleza que encontro em seu blog, muita verdade e uma alma de poeta brincando de ser criança, enquanto derrama preciosidades ao nosso alcance. Parabéns! Beijos!
De luis a 13 de Maio de 2004 às 16:49
Me arrepiei, me emocionei.. tais palavras e a doce melodia me encheram a alma por instantes!
Amei!Beijos
De Poemas de amor e dor a 13 de Maio de 2004 às 16:47
Andréa
Sabes bem que eu não gosto de comentar poemas porque tão só os gosto sentir. Sabes bem como eu gosto das tuas páginas de poesia e da poesia.
Foi bom para mim escutar as palavras sinceras da tua alma. Obrigado nos incentivos que me tens dirigido. Tem sido a minha esposa, (a bety), me tem dado força para a escrever e para publicar os poemas de amor que para ela não escrevi. É preciso ter uma alma muito grande para assim querer. Acabo de escrever este poema, a uma mão, que em primeira mão te remeto sem vacilar: ------------
VACILAR

Na falta de ser, eu sou:
Sou da terra,
Sou do ar ou da lua
Mas sou!
Da minha terra e da tua.

Só me falta viajar
E sentir
O meu sentido pelo ar
Quase vivo
Quase
Morto.

ROMASI
13-05-2004 16:14


De Agostinho a 13 de Maio de 2004 às 16:10
Forma muito interessante de escrever poesia. Muito bonito o blog.Parabéns.
De MJM a 13 de Maio de 2004 às 15:55
Que não aortectomia da mente! Que essa, vive c o seu próprio coração "pumping" em "on" e se te derrama na escrita. Pois, q a verdade se exile, mas q continues a rasgar os verdes da mente! Ks

Comentar post

.mais sobre mim

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Natal 2010

. Trova!

. Signa

. Violações

. Nudez

. 2009!

. Poema de Natal

. 25 de novembro dia intern...

. Incorporiedade

. Ação de Incentivo à Leitu...

.arquivos

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Novembro 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds