Quarta-feira, 7 de Julho de 2004

Quando e até quando?

Por-do-Sol01_1.JPG



  • Fotografia by Andréa Motta

Tantas inquietações...
tanto egoísmo e ganância
habitarão corações...?
 
Talvez.....
quando e até quando homens e mulheres
passem a ver o mundo com os olhos da alma,
competindo menos..doando-se mais...
vivendo cada minuto como uma extensão de outro minuto...
amando mais.
 
Quando houver o partilhar de cada emoção,
E a natureza vier a ser apreciada em todo seu esplendor,
seja a chuva miúda ou um pôr-de-sol.
 
Quando o tempo absorver o tempo
e sobrevier a calmaria.
Neste dia, não haverão tantos brados,
tantas lutas, tantas desigualdades.....


Andréa Motta
05/06/03

publicado por Andrea Motta às 03:35
link do post | comentar | favorito
18 comentários:
De jorgebond a 7 de Julho de 2004 às 14:43
Mas sómente " quando houver o partilhar de cada emoção". Beijos Amiga, está magnifico!
De Maria a 7 de Julho de 2004 às 13:17
Desejo, que o quando, seja breve, e o até quando, dure uma eternidade!! Belo Andréia, este teu "grito", começa em nós, não é? este foi mais um passo, que deste!! Beijinhos, tem um dia feliz!!
De Ricardo Mainieri a 7 de Julho de 2004 às 12:42
Deia :

Outros daqueles poemas com conteúdo, digno de pensar.
Os humanos, infelizmente, os humanos tem comportamentos que não seguem nenhuma racionalidade.
E centram-se em seu egoísmo,como se o mundo fosse seu umbigo...
Como disse em outro e-mail : está escuro,mas nós cantamos.

Beijão melódico.

Ricardo Mainieri
De Carlos Tavares a 7 de Julho de 2004 às 12:16
E ficamos apenas pelo "talvez"... parece-me pouco. Mãos à obra!
De Lara a 7 de Julho de 2004 às 07:53
E quando é que essa competição será reconhecida por quem a pratica sem escrupulos? E quando é que os olhos da alma se virarão para o bem e não para o mal? E qual o verdadeiro motivo das lutas? Talvez a desonestidade seja um deles.Não haverá sempre desigualdade de armas quando a guerra é declarada em silêncio? Só pode amar mais quem não deposita a sua vida nas asas do ódio e da falsidade...gostei mesmo muito deste poema.Beijinhos
De In loko a 7 de Julho de 2004 às 06:22
Espero que outros se juntem a nós Andréa. Já somos dois a desejar calma e melhor entendimento entre as pessoas. E as pessoas são e podem dar muito de "coisas" bonitas! Gostei do texto e da força que transmite! Beijinho pra ti
De Andra a 7 de Julho de 2004 às 03:54
Para Beth: Que prazer recebe-la moça bonita, muito obrigada pela visita, diz ao pessoal que passarei por lá em breve. Beijinhos.
De Beth a 7 de Julho de 2004 às 03:50
Oi você sempre sonhadora amiga, gostei do que li. O Pessoal antigo manda beijokas todos temos saudades, aparece né.

Comentar post

.mais sobre mim

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Natal 2010

. Trova!

. Signa

. Violações

. Nudez

. 2009!

. Poema de Natal

. 25 de novembro dia intern...

. Incorporiedade

. Ação de Incentivo à Leitu...

.arquivos

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Novembro 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds