Quarta-feira, 30 de Novembro de 2005

Trigonometria do teu corpo

dir=ltr style="MARGIN-RIGHT: 0px">
dir=ltr style="MARGIN-RIGHT: 0px">

height=302 alt=Lua_de_Natal.bmp src="http://jardimdepoesia.blogs.sapo.pt/arquivo/Lua_de_Natal.bmp" width=319 border=0>

Reticente me embriago
no improviso do teu canto
E no imprevisto do afago
Sonho a lua prateando
os ângulos do teu corpo.

Entre a brisa e o vento
na linha divisória do tempo
teu sorriso acelera os batimentos
Me inebrio sem anticorpo
no improviso do teu canto.

Lua, lua lua
embebida miopia
e eu tão tua
no improviso do teu canto.


Andréa Motta
18/09/05






publicado por Andrea Motta às 18:48
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Segunda-feira, 28 de Novembro de 2005

O meu segredo

dir=ltr style="MARGIN-RIGHT: 0px">
dir=ltr style="MARGIN-RIGHT: 0px">

height=186 alt=olho.jpg src="http://jardimdepoesia.blogs.sapo.pt/arquivo/olho.jpg" width=280 border=0>

Estas enganado, meu amor
Olhe bem fundo nos meus olhos
Tens muito mais que meros quase
Tens-me por inteiro
 
Se escondo algum segredo,
creia-me é puro desvelo
Se gostas de mistérios
não serei eu a estragar o enredo.
 

Andréa Motta
02/03/05








publicado por Andrea Motta às 12:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 25 de Novembro de 2005

Dia Internacional da Eliminação da violência contra a Mulher

Violencia2.JPG



Estigma


Por sendas oblíqüas,
  violência urbana
       violência doméstica.
Delitos, impunidade e dor,
na penumbra das cidades.



Pelas esquinas,
           rostos anônimos,
corpos lanhados
           pelas marcas do desamor.



Não importa a idade,
                    classe social.
  Mulheres, tomadas pelo medo,
têm a alma amargurada,
                       a carne rasgada.



Nos olhares castigados,
não há lágrimas nem sorrisos.
Só um silencioso pedido de socorro
                  entre sonhos adormecidos.


O tempo, é como sopro,
leva sem remorsos,
       o silêncio da noite, os hematomas,
           as escoriações, as mãos vazias...


                     - ( não importa a identidade,
                         o coração partido,
                         o medo
                         a desventura) -


E, sem sofismas,
na alvorada traz a denúncia,
                   porta à liberdade !


Andréa Motta
30/11/04


Alertas (se fores vítima...se fores testemunha)


Não tenha medo de denunciar!!


Em Portugal ligar em caso de urgência 800202148.
Apresentar queixa às autoridades competentes.
Pedir apoio à APAV- Associação de Apoio à Vítima
http://www.apav.pt/home.html ou ligar 707200077 - Podes também enviar um email: apav.sede@apav.pt


No Brasil acesse:http://www.ipas.org.br/violencia.html


ou ligue para o número 180 ( atendimento Nacional).

publicado por Andrea Motta às 10:40
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quinta-feira, 17 de Novembro de 2005

Urgência - Fragmento

astros.jpg
publicado por Andrea Motta às 10:02
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 11 de Novembro de 2005

Eu conto (brincando com as palavras)

dir=ltr style="MARGIN-RIGHT: 0px">
dir=ltr style="MARGIN-RIGHT: 0px">

height=198 alt=golpe64.JPG src="http://jardimdepoesia.blogs.sapo.pt/arquivo/golpe64.JPG" width=300 border=0>

Conto tristezas mil
guerras ou arruaças
Conto do começo ao fim.
Conto flagelos e desgraças.

Não conto o que não estou afim...

Andréa Motta
18/08/05


publicado por Andrea Motta às 10:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 7 de Novembro de 2005

Ao amigo Jiddu Saldanha

dir=ltr style="MARGIN-RIGHT: 0px">
dir=ltr style="MARGIN-RIGHT: 0px">

height=146 alt=girassol.jpg src="http://jardimdepoesia.blogs.sapo.pt/arquivo/girassol.jpg" width=200 border=0>

Enquanto Zeus fertilizava Gaia
Crepúsculos e girassóis
sorriam teus olhos.

Andréa Motta
13/10/05

publicado por Andrea Motta às 09:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 1 de Novembro de 2005

Nascente

dir=ltr style="MARGIN-RIGHT: 0px">
dir=ltr style="MARGIN-RIGHT: 0px">

height=300 alt=Rio_Amazonas.JPG src="http://jardimdepoesia.blogs.sapo.pt/arquivo/Rio_Amazonas.JPG" width=206 border=0>

Por cima da terra
por baixo do céu
brisa de andorinhas
 
longe das curvas do rio
rasga a geografia
 
saudade cabocla
em mim.

Andréa Motta
16/10/05







publicado por Andrea Motta às 10:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Natal 2010

. Trova!

. Signa

. Violações

. Nudez

. 2009!

. Poema de Natal

. 25 de novembro dia intern...

. Incorporiedade

. Ação de Incentivo à Leitu...

.arquivos

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Novembro 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

SAPO Blogs

.subscrever feeds