Sexta-feira, 10 de Setembro de 2004

Dor

rosabranca1.JPG


A dor contida
já não suporta
O silêncio...

Quer dar espaço à vida.
Pede passagem
quer liberdade.

A dor explode
em versos de rimas incertas
onde meu pranto
encontra acalanto.


Andréa Motta
(maio/03)

publicado por Andrea Motta às 02:01
link do post | comentar | favorito
29 comentários:
De Maria Branco a 10 de Setembro de 2004 às 13:35
Espero que tenhas encontrado essa passagem para a liberdade, para a serenidade. Espero que desde a data em que escreveste este poema, que em ti a dor se tenha extinguido e que nos teus lábrios brinque um sorriso! Muitos beijinhos, querida Andréia, desejo-te a continuação de um dia muito feliz!
De Andra a 10 de Setembro de 2004 às 13:04
Para In Loko: Bom dia meu anjo...amanhã terás uma supresa pra ti aqui...rs. Beijão
De Andra a 10 de Setembro de 2004 às 13:02
Para Lia: Minha querida,não se preocupe com os erros ;), fico mais descansada e feliz com a tua decisão...que bom minha amiga...que bom :))))))))))). Beijinhos com carinho.
De Andra a 10 de Setembro de 2004 às 13:00
Para Wladimir: Oi querido, beijinho pra você ;)
De In loko a 10 de Setembro de 2004 às 06:31
Não interesa onde nem quando encontraste a passagem da liberdade... deduzo que os campos de magnólias e correntes de água límpida deixaram tua vida mais fresca, mais esvoaçante... tal como as borboletas! Beijo gande Andréa
De Lia a 10 de Setembro de 2004 às 04:28
Desculpe-me os erros de digitação, a estas hrs já estou completamente disléxica de sono (4:27hs) e nem valeria a pena "erratas". Bjs
De Lia a 10 de Setembro de 2004 às 04:25
Ah!, o link do blogspot (no meu nome cá) depois de deletado os posts, estou a colocar só as minhas fotos. O meu ofício, que, aliás, era esta a minha ideia primeira. Já consegui colocar algumas e em 1 semana espero tê-lo pronto virtualmente. Só fotos. Beijos, linda!
De Lia a 10 de Setembro de 2004 às 04:22
Andréa, minha linda, leio teu post e pela data respiro aliviada sobre uma dor que, tenho cereteza, já curada. Apaziguada.`´E sempre difícil a distinção entre o momento da amiga e a poesia, a dor literária (se é que isto existe!). Amanhã envio-te a RE: :) És mesmo mto especial!. Bjs, Andréa. E que bom que o sapo deixou-e comunicar.
De wladimir evangelista a 10 de Setembro de 2004 às 02:05
oi menina... vim dar um beijo...

Comentar post

.mais sobre mim

.RAGNARÖK

Clique na imagem

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Natal 2010

. Trova!

. Signa

. Violações

. Nudez

. 2009!

. Poema de Natal

. 25 de novembro dia intern...

. Incorporiedade

. Ação de Incentivo à Leitu...

.arquivos

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Novembro 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.Minha Canção


Tua Canção
Música e Voz – Lara Santos
Letra Andréa Motta

on-line
blogs SAPO

.subscrever feeds