Sábado, 24 de Fevereiro de 2007

Percepções

imagem retirada de: http://www.terra.com.br/istoedinheiro/empregos/imagens/nevoa_1.jpg

Não importa se a verdade desterra
se inverte ou estreita
se a alternativa ajusta ou frustra

o quase nada armazenado na memória
não, não importa
Pois o que mata minha sede

é o deserto.

Andréa Motta
26/04/07

publicado por Andrea Motta às 11:46
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De poesianunorita a 24 de Fevereiro de 2007 às 13:18
De facto é sempre assim, quando mais queremos que algo nos aconteça, mais parece que foge de nós.Os versos lá têm as suas razões próprias e especiais para mexer connosco, mas só quando eles querem é que se dignam a ser derramados na folha branca.
Gostei do teu espaço e regressarei mais vezes.

Convido-te a passares pelo blog onde tenho sempre a chaleira dos poema ao lume e bolachas com pinguinhas de versos prontas para servir às minhas visitas
De Andrea Motta a 28 de Fevereiro de 2007 às 11:54
Nuno&Rita,agradeço a visita e gentileza de seu comentário.Certamente itei ao cantinho de vocês.Obrigada.Abraços,Andréa
De Paulo Fernando a 28 de Fevereiro de 2007 às 03:21
Sou brasileiro (moro no Rio de Janeiro) e, por acaso, me deparei com este blog. Suas palavras me empurram, tal qual um redemoinho às avessas, por isso, quase entregue, comento neste espaço.

Falando da poesia: Não subestime o valor das palavras, tampouco da lágrima. "É quando estamos mais fracos, que somos mais fortes'.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Sou brasileiro (moro no Rio de Janeiro) e, por acaso, me deparei com este blog. Suas palavras me empurram, tal qual um redemoinho às avessas, por isso, quase entregue, comento neste espaço. <BR><BR>Falando da poesia: Não subestime o valor das palavras, tampouco da lágrima. "É quando estamos mais fracos, que somos mais fortes'. <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>Bjos</A>
De Andrea Motta a 28 de Fevereiro de 2007 às 11:56
Paulo
Obrigada, fico lisonjeada com a delicadeza de seu comentário.Abraços, Andréa
De Arcanjo Poeta a 20 de Março de 2007 às 18:11
parabens...lindo blog e lindas poesias...
De Andrea Motta a 28 de Março de 2007 às 11:55
Arcanjo Poeta.
Fico-lhe grata pela visita e comentário. Abraços,
De SP a 25 de Março de 2007 às 18:37
Peço desculpa por ter andado a espreitar o teu blog, mas este poema é simplesmente lindissimo :D
Adorei mesmo . Espero que continues.
De Andrea Motta a 28 de Março de 2007 às 11:57
SISSI
Muito obrigada pela delicadeza de seu comentário, espero que venhas mais vezes ao meu cantinho.
Abraços

Comentar post

.mais sobre mim

.RAGNARÖK

Clique na imagem

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Natal 2010

. Trova!

. Signa

. Violações

. Nudez

. 2009!

. Poema de Natal

. 25 de novembro dia intern...

. Incorporiedade

. Ação de Incentivo à Leitu...

.arquivos

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Novembro 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.Minha Canção


Tua Canção
Música e Voz – Lara Santos
Letra Andréa Motta

on-line
blogs SAPO

.subscrever feeds