Segunda-feira, 12 de Abril de 2004

Confissão

FUMACA.jpg


 Confesso o inconfessável
no desenho da fumaça
     o pensamento voa alto para te alcançar


Confesso
sinto falta dos enigmas
         do sorriso verde dos teus olhos


Não nego
o arrepio dos sentidos
        quando respiro a íris do teu ser


Confesso o inconfessável
tenho saudade do bailado dos teus versos
                       da inconstância dos teus sentidos


Não nego
a lembrança nostalgica do perfume suave da tua pele
                                   no contato imaginário das canetas


Confesso o inconfessável
ao olhar as nuvens dar espaço ao azul celeste
vejo o contorno das tuas letras possuindo as minhas
                                                             em um manso frenesi


Não nego
Confesso o inconfessável
                  caramujo alcança a costa
                                                 sai do casulo
                                                       lança âncora e aporta.


Andréa Motta

publicado por Andrea Motta às 13:59
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De MJM a 13 de Abril de 2004 às 15:23
Não nego; confesso q gostei. Bj
De Andra Motta a 13 de Abril de 2004 às 00:26
Ricardo : Obrigada pelo comentário e pelo carinho :) Sabe..tenho saudade de ler você, não obstante tenha levado seu livro comigo para a praia.. ;) Beijão. Andréa.
De abstracto a 12 de Abril de 2004 às 23:37
gostei da confissão... não poendo deixar de ser da imagem tb. é sua?
De Ricardo Mainieri a 12 de Abril de 2004 às 18:31
Andréa :

Alguns dizem que a dor é a mestra da literatura.
Outros dizem que é o amor.
Como não se emocionar diante deste poema que mistura, dor, amor, saudade, signos, distâncias.
Belamente escrito, revela a pessoa intensa e maravilhosa que vc. é.
Grande abraço e feliz retorno à Curitiba.

Ricardo Mainieri
De encandescente a 12 de Abril de 2004 às 16:40
Gostei muito deste poema. como o fumo por vezes os pensamentos voam :)
De jorgebond a 12 de Abril de 2004 às 15:19
Andréa, vim só deixar o endereço, volto logo para ler o blog, estou um pouco apertado com serviço, bjokas, clike aí ao lado»»»

Comentar post

.mais sobre mim

.RAGNARÖK

Clique na imagem

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Natal 2010

. Trova!

. Signa

. Violações

. Nudez

. 2009!

. Poema de Natal

. 25 de novembro dia intern...

. Incorporiedade

. Ação de Incentivo à Leitu...

.arquivos

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Novembro 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.Minha Canção


Tua Canção
Música e Voz – Lara Santos
Letra Andréa Motta

on-line
blogs SAPO

.subscrever feeds