Sábado, 1 de Maio de 2004

Saudade...

                Flâmula que ostentas...

senna.jpg


O tempo em si absoluto,
marca indelével a memória.
Contínuo, deixa atrás de si
lágrimas, dores, alegrias e saudades.


Dez anos já se passaram
sem a bandeira quadriculada
sem o vigor verde-amarelo
tremulando na reta da chegada.


Relembro dum menino tAlentoso,
                         nos antygos domingos,
           quando a alma brasileira
                      se agigantava.
  Enternecida me recordo
      daquela sede de infinito
brotando obstinada


                              do Sorriso maroto
                                   em cada curva,
                                   nas retas...
                                   na chuva
                           na imagem desconcertante
                                      dum campeão.


Campeão...
não só nas pistas,
    mas na vida...
                   desafios
                       em mãos de gênio
                   em vida...
braço forte
               nas garras do destino...
                                           a morte.


Andréa Motta
27/04/04

publicado por Andrea Motta às 03:18
link do post | comentar | favorito
|
20 comentários:
De sarah a 9 de Julho de 2006 às 20:06
Realmente as poesias são ótimas, gostei muito, são pequenas partes da nossa vida que falam por nós, mesmo sem percebermos...
De Andra a 4 de Maio de 2004 às 03:39
Para Ventor: Comigo acontece o mesmo, perdi todo e qq. interesse pelas corridas de F1 depois que ele se foi. Obrigada pela visita e comentario. Beijos
De ventor a 3 de Maio de 2004 às 20:30
Muito bem, Andrea. O Ayrton Senna da Silva ficou para sempre nos nossos corações. Eu posso até dizer que não perdia pitada da Fórmula 1 quando o Ayrton lá andava. Agora, nem os resultados me interessam! Só resta lembrar a glória que ele deu ao Brasil além de lembra-lo cimo uma pessoa formidaável. Bjs.
De Andra a 3 de Maio de 2004 às 02:31
Para Lara: Obrigada querida. :))
De Lara a 3 de Maio de 2004 às 02:26
Como é grande a onda de carinho que a sua memória gera dentro de nós.Bonita homenagem, muito bonita mesmo...
De Andra a 2 de Maio de 2004 às 04:27
Para lisieux: Querida, obrigada :) eu, não poderia deixar de "postar" este texto na data em que completou 10 anos da passagem dele.. beijo com carinho.
De lisieux a 2 de Maio de 2004 às 03:05
Menina, menina... que linda homenagem! Já conhecia o poema e até "respondi" com o meu "S de Senna", antigo, lá no NA... mas aqui ficou mais bonito, com a gravura.
Saudade do Senna... das manhãs de domingo com gosto de vitória...
Beijocas
lis
De Andra a 2 de Maio de 2004 às 02:10
Para encandescente: Muito obrigada querida, bom final de semana a você. :)
De encandescente a 2 de Maio de 2004 às 02:05
Gostei do novo look:) e da homenagem. Bonito
De Andra a 2 de Maio de 2004 às 02:04
Para Abstracto: Obrigada querido...deduzo que vc. torça para o Porto...rs. Beijos

Comentar post

.mais sobre mim

.RAGNARÖK

Clique na imagem

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Natal 2010

. Trova!

. Signa

. Violações

. Nudez

. 2009!

. Poema de Natal

. 25 de novembro dia intern...

. Incorporiedade

. Ação de Incentivo à Leitu...

.arquivos

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Novembro 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.Minha Canção


Tua Canção
Música e Voz – Lara Santos
Letra Andréa Motta

on-line
blogs SAPO

.subscrever feeds