Segunda-feira, 5 de Julho de 2004

Neblinas

neblina.JPG


Na avenida

     A névoa fina
                   fria
                   encobre
                   os feixes de luz
 
                  Arranha-céus envidraçados
                                         acobertam
                            as cores dos sonhos

                   Automóveis em alta velocidade
                                          não escondem
                                               o estresse

No asfalto
        
          Desenhos refletidos
                                  das
                                  réstias de sol
 
Ninguém vê
                além do cinza acimentado
Ninguém sente
                 além da umidade
Ninguém percebe
                 atrás da neblina
                           dos prédios envidraçados
 
O cenário surreal
               colorido
                        de
              sentimentos


Andréa Motta
(05/06/03)

publicado por Andrea Motta às 00:00
link do post | comentar | favorito
|
40 comentários:
De Andra a 6 de Julho de 2004 às 13:39
Para Lú(z): Obrigada minha querida :)) Beijinhos
De L a 6 de Julho de 2004 às 13:01
Andréa!! Que belissímo poema e que foto linda.. lembrou-me as "manhas pampeanas" do sul.
Lindas palavras em meio a névoa! bjs..
De Andra a 6 de Julho de 2004 às 00:17
Para Graça: Obrigada você é mesmo uma graça de pessoa. Beijos ternos.
De graa a 5 de Julho de 2004 às 23:53
Andrea,és uma das melhores poetisas que conheci aqui no mundo dos blogs,entre vários amigos e vir ao teu blog ler o que escreves é sempre um prazer,uma excelente semana para ti,graça
De Andra a 5 de Julho de 2004 às 23:09
Para atualolita: Muito obrigada querida pelo seu carinho. Beijos.
De Andra a 5 de Julho de 2004 às 23:08
Para Graças: Querida, muito obrigada pelo seu carinho. Beijos a você e a sua filha.
De atuaLolita a 5 de Julho de 2004 às 23:05
Seria fria a tua neblina, se não lhe tivesses emprestado a tua ternura. Um beijo
De Graas a 5 de Julho de 2004 às 23:01
Ao meu lado, a minha filha pintando uma rosa que desenhei para ela, toda de azul.`A minha frente, o azul de seu blog, o seu poema. O fundo musical: a belíssima canção que por aqui toca. Abraços.
De Andra a 5 de Julho de 2004 às 22:51
Para Heloísa B.P.: Muito obrigada pela sua visita e comentário:)) Um abraço.
De Andra a 5 de Julho de 2004 às 22:50
Para Ivan: Uauuuu... fico lisonjeada com suas palavras :))) Muito obrigada querido. Beijos com carinha.

Comentar post

.mais sobre mim

.RAGNARÖK

Clique na imagem

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Natal 2010

. Trova!

. Signa

. Violações

. Nudez

. 2009!

. Poema de Natal

. 25 de novembro dia intern...

. Incorporiedade

. Ação de Incentivo à Leitu...

.arquivos

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Novembro 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.Minha Canção


Tua Canção
Música e Voz – Lara Santos
Letra Andréa Motta

on-line
blogs SAPO

.subscrever feeds