Segunda-feira, 2 de Agosto de 2004

Essência do Alecrim

alecrim1.jpg


Tu cujos olhos não vejo,
mas sinto o olhar.
Tu que sabes como ninguém mais,
atravessar as fronteiras do impossível e,
ler-me a alma,
rir meu riso,
chorar meu pranto sem pejo.

Tu, mocinha...
que desabafas tuas dores,
enfrentas leões e,
como pedra a cantar
espantas com força
todas as sombras...

Nunca te esqueças,
tens na alma a realeza e
a beleza doce de um mar calmo.

Acredite,
onde o destino possa te levar...
tens em ti, a Essência do Alecrim.
Respire-a e na velocidade do pensamento
sem contar o tempo, seja dia ou noite...
Sorria,
Sonhe,
Viva plenamente.

Andréa Motta
04/07/03

publicado por Andrea Motta às 00:30
link do post | comentar | favorito
|
30 comentários:
De Andra a 3 de Agosto de 2004 às 00:50
Para Mago: Muito obrigada pela visita e comentário. Abraços.
De Andra a 3 de Agosto de 2004 às 00:50
Para Romasi: Meu querido amigo, vc. conseguiu ao mesmo tempo que meus olhos sorrissem e ficassem mareados.. Fico lisonjeada com seu comentário. Obrigada meu anjo, pela sua bondade e carinho. Beijos
De mago a 3 de Agosto de 2004 às 00:37
Muito bom o blog. parabéns.
De Rogrio Simes a 3 de Agosto de 2004 às 00:19
Este cheiro a maresia oceânica que nos separa tem hoje o tempero do alecrim.
Se estivesse no Meco, na minha praia preferida, iria comprar um bom peixe: um robalo para colocar nele pedaços de alecrim.
É sempre um prazer visitar uma grade poetisa, viva, do nosso tempo.
Com amor Rogério Simões ou ROMASI
De Andra a 2 de Agosto de 2004 às 22:46
Para 5 Elemento: Obrigada querido :)) Beijinhos doces.
De Andra a 2 de Agosto de 2004 às 22:45
Para Lia: Pois é minha amiga, tenho notado que isto tem acontecido com certa frequencia :)) Beijinhos com carinho.
De Andra a 2 de Agosto de 2004 às 22:44
Para JorgeBond: Também acho meu anjo :) Boa semana a você também. Beijinhos.
De Andra a 2 de Agosto de 2004 às 22:42
Para Montellano: Oi mocinha, já sentia a sua ausência ;) por onde tens andado?? Eu não conhecia esta música não. Obrigada pelo seu carinho. Beijos.
De Andra a 2 de Agosto de 2004 às 22:41
Para LE.: Obrigada querido. Muitos beijinhos
De Andra a 2 de Agosto de 2004 às 22:39
Para Ricardo Mainieri: Ric querido, é sempre delicioso ler teus comentários. Quando escrevi este poema a Isabel, eu já sabia alguns das qualidades terapeuticas do Alecrim, e por isso mesmo usei esta essência, pq. queria que ela encontrasse forças.. Beijos doces pra você querido.

Comentar post

.mais sobre mim

.RAGNARÖK

Clique na imagem

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Natal 2010

. Trova!

. Signa

. Violações

. Nudez

. 2009!

. Poema de Natal

. 25 de novembro dia intern...

. Incorporiedade

. Ação de Incentivo à Leitu...

.arquivos

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Novembro 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.Minha Canção


Tua Canção
Música e Voz – Lara Santos
Letra Andréa Motta

on-line
blogs SAPO

.subscrever feeds