Domingo, 26 de Setembro de 2004

Jardim de Poesia

jardimred.jpg


O Jardim de Poesia está de casa nova,
para acessa-lo, clique AQUI


The Garden of Poetry is of new house, for has access it click HERE

publicado por Andrea Motta às 00:47
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Setembro de 2004

Música

musica2.JPG



  • Imagem retirada da Web, desconheço o autor.

Ouço os sons dos meus silêncios...
na velocidade das pulsações,
vejo retalhos de mim mesma.


No embalo desta música
meu sangue
dança pelas veias ...


O tempo para
em seu ritmo penetrante,
a seguir expande...


Em meu peito um soluço
soleva as paredes brancas
da estrada que nunca passou...



Ah...esta música
Eleva-me e conduz
ao fulgor incerto
e fino da luz



Por isso eu canto,
canto esta melodia silenciosa
                                 para não me perder.


Andréa Motta
21/09/04

publicado por Andrea Motta às 01:06
link do post | comentar | ver comentários (48) | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Setembro de 2004

Recheio

ilusoria1.JPG


Quisera ser tal qual notas musicais,
repleta de melodia e poesia, para a tua receita
adicionar raspas de amarelo e cerejas.



Quisera minha voz tivesse o mesmo tom duma flauta doce
e ao teu ouvido amassasse tristeza a tristeza
até que toda a tua mágoa, feito fresca, evaporasse


Quisera meus braços pudessem embalar
todos os teus sonhos em noite de lua cheia...
no rastro da alrucabá, todas as tuas dores
eu diluiria

Ah... se eu tivesse o dom
de misturar  tua poesia
ao inverso da minha saudade...
Polvilharia sutis pitadas de adrenalina,
unindo teu sémen a minha seiva...

Enfim, eu serviria...
porções bem dosadas
de felicidade...

Andréa Motta
10/09/04


Nota : Este texto nasceu de uma brincadeira, em resposta a poesia
abaixo transcrita de Marcos Caiado.



alguns dedos de tédio;
2 a 3 porções de cansaço;
maços de melancolia...


(tristezas à vontade!)


gotas de
indiferença;


poesia,


saudade.



(saudade sem medida!)


misture tudo, ao sangue das horas.
e terás-me de novo.
assim mesmo:


sem vida!


Marcos Caiado
publicado em 22/08/04

publicado por Andrea Motta às 15:13
link do post | comentar | ver comentários (39) | favorito
|
Sábado, 11 de Setembro de 2004

Metamorfose

Magnolias1.JPG


Canto a natureza em sua plenitude
como se eu visse e jurasse
todas as cores do horizonte
a cada novo crepúsculo.


Como se a vida adormecida,
acordasse na poesia
refletida nas águas límpidas
de um lago.


Com a caneta nas mãos
o que calo na alma se dispersa...
Mesmo que cotidianamente
não existam frondosas palmeiras
hospedando sabiás...


E, tudo o que sou
                      são asas...
campo de magnólias
                       e trigais...



Andréa Motta
10/09/04

publicado por Andrea Motta às 14:51
link do post | comentar | ver comentários (60) | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Setembro de 2004

Dor

rosabranca1.JPG


A dor contida
já não suporta
O silêncio...

Quer dar espaço à vida.
Pede passagem
quer liberdade.

A dor explode
em versos de rimas incertas
onde meu pranto
encontra acalanto.


Andréa Motta
(maio/03)

publicado por Andrea Motta às 02:01
link do post | comentar | ver comentários (29) | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Setembro de 2004

Longa Manus

20040903-russia.jpg


Sentinelas de pedra, vendadas,
                                protagon (i) zam
                                                 n
                                                 á
                                                 b
                                                 i
                                                 l  estratégia:
                                      colhem pétalas negras!



Andréa Motta
05/09/04


Nota: Dedicado aos moradores de Beslan-Rússia.

publicado por Andrea Motta às 16:00
link do post | comentar | ver comentários (44) | favorito
|

.mais sobre mim

.RAGNARÖK

Clique na imagem

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Natal 2010

. Trova!

. Signa

. Violações

. Nudez

. 2009!

. Poema de Natal

. 25 de novembro dia intern...

. Incorporiedade

. Ação de Incentivo à Leitu...

.arquivos

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Novembro 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.Minha Canção


Tua Canção
Música e Voz – Lara Santos
Letra Andréa Motta

on-line
blogs SAPO

.subscrever feeds