Sexta-feira, 30 de Abril de 2004

Presente de Grego

Salario-alacran11_1.GIF


Antes sua voz
   era eloqüente,
              Bradava
                    revoltas
                      e anseios


seus punhos cerrados,
        sempre audaciosos
        onde tudo era sonho,
                        desconheciam,
                        os efeitos do poder.


Hoje,
     articula dali,
     articula daqui...
                 e ao povo,
     o mínimo do mínimo
                       salário de fome
                                      e, PT saudações...


PT saudações?
      Sim, mas ao malogro
                      e à mediocridade!



Andréa Motta
30/04/04

publicado por Andrea Motta às 13:48
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Abril de 2004

O Retorno

revoada.JPG


Quando desaparecerem todos os fantasmas
que assombram o lago azul dos pirineus
vozes em côro, tomadas pela emoção,
entoarão uma suave melodia.


Será o fim da dualidade que dilacera
a profundez dos sentidos.
Neste momento ímpar, as montanhas
cobertas pela neve se abrirão em sorrisos plenos.


Num passe de mágica, a noite antes densa
será coberta por um fino véu rendado
e invadida por pássaros em revoada


Neste instante, anjos com suas harpas
indicarão as veredas, escondidas na cadeia
de montanhas, que conduzirão para casa.


Andréa Motta
17/12/03

publicado por Andrea Motta às 16:56
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Abril de 2004

Neon

NeonDn4.gif
publicado por Andrea Motta às 15:51
link do post | comentar | favorito
|

star18

star18.gif
publicado por Andrea Motta às 15:50
link do post | comentar | favorito
|

...

star18.gif
publicado por Andrea Motta às 15:49
link do post | comentar | favorito
|

Ah.... a juventude...

envelhecer.jpg




  • Nota: Há alguns dias Maurício Requião, jovem e magnífico poeta baiano presenteou-me com esta bela poesia, o que muito me emocionou. A publicação dela, pelo autor, no site Os Novos Autores, desencadeou a publicação de outras belíssimas trovas, algumas feitas de improviso no próprio quadro de postagem, numa interação gostosa de ler, ver e participar. Publico abaixo a seqüência de Trovas ou Quadras e seus respectivos autores. Agradeço mais uma vez ao Maurício o presente, bem como, aos demais poetas e amigos esse momento de descontração,  Obrigada. (Andréa Motta)


 


Mesmo estando ainda nela


Muitas vezes sou surpreso


É uma fase muito bela


Mas é bom saber o peso.



 


Maurício Requião (for me)







O peso da juventude


só o tempo nos dirá.


Mas, antes que o tempo mude,


é melhor aproveitar.


 


Paulo Camelo







 


Juventude é coisa boa


anos-dourados de luz


mas ela se acaba à toa


nos deixa o peso da cruz...


-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.


 


Os anos da juventude


são plenos de amor e paz...


e hoje eu penso, amiúde


que eles não voltam jamais...


.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.


 


Ser jovem é ser apressado


viver a vida, veloz!


Ser velho é olhar o passado


e ver quanto estamos sós...


 


lisieux






Só se fala em juventude,


juventude é muito bom


inda lembro em plenitude


dos sabores de batom


.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.


O corpo do jovem ferve


com a ânsia de aventura


e eu aqui com minha verve


relembrando com fissura.


 


Michel Baruki





 


Juventude é desafio


e atitude sem pensar...


Atira-se em qualquer rio;


depois aprende a nadar!


 


Reinaldo N. Luciano

publicado por Andrea Motta às 15:46
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|

Minha Canção

barco_BenLomond1.JPG



  • imagem de Ben Lomond (retirada da Web)

Nos olhos um intenso desalento
nas mãos gestos vagos
na alma a melodia amena de um piano
Minha canção me conduz a versos
de rimas tristes e incertas


Invadida pelas notas musicais,
como barco a deriva ao sabor do vento brando,
assobio baixinho imitando o trinar de um pássaro


Sou mera espectadora
no burburinho da platéia
Vozes anônimas de calor fugaz
consagram o cálice desafinado


O piano com arfar cadenciado
soleva os acordes em sublime simetria
entre a música e a saudade


Epopéico num só movimento
o som se expande
no vale azul da percepção
purificando-a


Sensível ao vinho proibido
sem perder a musicalidade,
como viração acariciando o rosto
resiste a fluidez das palavras.


Andréa Motta
03/09/03

publicado por Andrea Motta às 00:30
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Terça-feira, 27 de Abril de 2004

Sobrevivência

sombras2.JPG


Na penumbra da cidade
brilho de lantejoulas
seios desnudos
lábios pintados de carmim
no corpo lanhado
tatuadas as marcas do desamor


Escoriações
hematomas
carne rasgada
alma amargurada


Nos desvios do tempo
violência doméstica
violência urbana
Nas esquinas um olhar
de menina amendrontada
sem lágrimas nem sorrisos
apenas o jogo da sobrevivência


Sombras escamoteiam
   o medo
no desenho da calçada


Rostos anônimos
gigolôs, prostitutas
sofismam pelos cruzamentos
escandalizando crentes
loucas sombras funambulescas
na solitude noturna
conspiram versos desencantados
num pacto com o diabo


Mas o tempo leva sem remorsos
o silêncio da noite
as mãos vazias
a dança do neon


na cauda do vento
por um instante sonhos adormecidos
insinuam-se nos olhares castigados
   ameigando-os


Não importa
onde pouse o olhar
não importa
a identidade
nem o coração partido
Não importa
a desventura
nem as portas fechadas
cada qual segue o seu destino.


Andréa Motta
02/10/03

publicado por Andrea Motta às 00:54
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Abril de 2004

Basta

sonhodeliberdade1.jpg


 Não quero deslizar por arroios
de sonhos e alquimias
basta deste silenciar de letras opacas
deste voar descompassado
sem brilho
sem par
ou abrigo


Não quero ouvir as horas
nem passa-las em movimentos controlados
basta desta inatividade
em vidraças elegantes
quando intimamente só há revolta


Basta desta doação desmedida
desta entrega incólume
Chega de desejos contidos
desta sofreguidão valorizada


Chega!
Chega desta guerra de braços vazios
e palavras mutiladas
Desta conduta dissociada
flagrante desventura simulada


Atitudes
urgem atitudes
sem perplexidades
apenas verdades
alheia a conceitos
ou idades


Andréa Motta
14/10/03

publicado por Andrea Motta às 00:04
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Sábado, 24 de Abril de 2004

Um Poetrix quatro visões...



Breve Partida


olho1_2.JPG


Saudade densa


             s


             a


             l


             t


             a


             n


             d


             o


da menina dos olhos.


 


 Ricardo Mainieri


 


 


Saudade espessa


             r


             a


             s


             g


             a


             n


             d


             o


a pupila da alma.


 


 Andréa Motta


 


 


Saudade adaga


             a


             b


             r


             i


             n


             d


             o


o véu das córneas.


 


    lisieux


Saudade amarga
             s
             a
             l
             g
             a
             n
             d
             o
o céu da alma.


Jeanete Ruaro


 

publicado por Andrea Motta às 00:47
link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito
|

.mais sobre mim

.RAGNARÖK

Clique na imagem

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Natal 2010

. Trova!

. Signa

. Violações

. Nudez

. 2009!

. Poema de Natal

. 25 de novembro dia intern...

. Incorporiedade

. Ação de Incentivo à Leitu...

.arquivos

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Novembro 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.Minha Canção


Tua Canção
Música e Voz – Lara Santos
Letra Andréa Motta

on-line
blogs SAPO

.subscrever feeds